Em Igreja. Na Comunidade.

Sexta-feira, 8 de Janeiro de 2010
Natal de quem?

 

"ENTÃO E EU, TODO O MUNDO ME ESQUECEU?"

 

 

NATAL DE QUEM?

 

Mulheres atarefadas

Tratam do bacalhau,

Do peru, das rabanadas

- Não esqueças o colorau,

O azeite e o bolo-rei!

 - Está bem, eu sei!

 - E as garrafas de vinho?

 - Já vão a caminho!

- Oh mãe, estou pr'a ver

Que prendas vou ter.

Que prendas terei?

 - Não sei, não sei...

 

Num qualquer lado,

Esquecido, abandonado,

O Deus-Menino

Murmura baixinho:

 - Então e Eu,

Toda a gente Me esqueceu?

 

 Senta-se a família

À volta da mesa.

Não há sinal da cruz,

Nem oração ou reza.

Tilintam copos e talheres.

Crianças, homens e mulheres

Em eufórico ambiente.

Lá fora tão frio,

Cá dentro tão quente!

 

Algures esquecido,

Ouve-se Jesus dorido:

- Então e Eu,

Toda a gente Me esqueceu?

 

 Rasgam-se embrulhos,

Admiram-se as prendas,

Aumentam os barulhos

Com mais oferendas.

Amontoam-se sacos e papeis

Sem regras nem leis.

 

E Cristo Menino

A fazer beicinho:

- Então e Eu,

Toda a gente Me esqueceu?

 

O sono está a chegar.

Tantos restos por mesa e chão!

Cada um vai transportar

Bem-estar no coração.

A noite vai terminar

 

E o Menino, quase a chorar:

- Então e Eu,

Toda a gente Me esqueceu?

Foi a festa do Meu Natal

E, do princípio ao fim,

Quem se lembrou de Mim?

Não tive tecto nem afecto!

 

Em tudo, tudo, eu medito

E pergunto no fechar da luz:

 

 - Foi este o Natal de Jesus?!!!

 

 (João Coelho dos Santos in Lágrima do Mar - 1996)

O meu mais belo poema de Natal


tags:

publicado por Padre às 10:53
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 25 de Dezembro de 2009
NATAL DO SENHOR

ANO C
25 de Dezembro de 2009

 

 

Branco – Ofício da solenidade. Te Deum.
Missa própria do dia, Glória, Credo, pf. próprio.
Missa da noite
L 1 Is 9, 1-6; Sal 95, 1-2a. 2b-3. 11-12. 13
L 2 Tito 2, 11-14
Ev Lc 2, 1-14
Missa da aurora
L 1 Is 62, 11-12; Sal 96, 1 e 6. 11-12
L 2 Tito 3, 4-7
Ev Lc 2, 15-20
 Missa do dia
L 1 Is 52, 7-10; Sal 97, 1. 2-3ab. 3cd-4. 5-6
L 2 Hebr 1, 1-6
Ev Jo 1, 1-18 ou Jo 1, 1-5. 9-14

* Proibidas todas as Missas de defuntos, mesmo a exequial.
* Proibidas as Missas em oratórios privados.
* Hoje, os sacerdotes podem celebrar ou concelebrar três Missas, contanto que as celebrem nos devidos tempos. Aquele que celebrar apenas uma Missa, deve tomar os textos mais adaptados à hora do dia.
* O sacerdote que celebrar hoje três vezes, pode conservar para si os três estipêndios (CDC cân 951, § 1).
* Na Diocese de Beja – Ofertório para o Fundo Comum do Clero.
* Na Arquidiocese de Évora – Ofertório para a Fraternidade Sacerdotal.
* II Vésperas da solenidade – Compl. dep. II Vésp. dom.
* Esta solenidade tem Oitava.

Tema da “missa do dia” do Natal do Senhor

O tema desta Eucaristia pode girar à volta da expressão “a Palavra fez-se carne e habitou entre nós”.
A primeira leitura anuncia a chegada de Deus ao meio do seu Povo. Ele é o rei que traz a paz e a salvação, proporcionando ao Povo de Deus uma era de felicidade sem fim. O profeta convida, pois, a substituir a tristeza pela alegria e pelos gritos de vitória.
A segunda leitura apresenta, em traços largos, o plano salvador de Deus. Insiste, sobretudo, que esse projecto alcança o seu ponto mais alto com o envio de Jesus, a “Palavra” de Deus que os homens devem escutar e acolher.
O Evangelho desenvolve o tema esboçado na segunda leitura e apresenta a “Palavra” viva de Deus, tornada pessoa em Jesus. Sugere que a missão do Filho/“Palavra” é completar a criação primeira, eliminando tudo aquilo que se opõe à vida e criando condições para que nasça o homem novo, o homem da vida em plenitude, o homem que vive uma relação filial com Deus.


In: ECCLESIA

 



publicado por Padre às 07:36
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 17 de Dezembro de 2009
Presépio sem Menino Jesus

Há uns anos atrás, fiz um comentário espontâneo perante o Presépio: talvez fosse adequado não colocar o Menino Jesus no Presépio antes do Natal, uma vez que nessa altura é que se celebra o seu Nascimento.

A ideia foi adoptada por muitas pessoas e acaba por ter um efeito pedagógico. Ao olhar para o Presépio todos se questionam pela falta do Menino e lá surge a resposta: ainda não é Natal. Se o Menino Jesus já lá estivesse provavelmente poucos pensariam no Tempo Litúrgico do Advento. Assim, torna-se mais fácil perceber quando é Tempo de Advento e Tempo de Natal.

Um dia destes uma menina pequenina foi com a mãe ver o Presépio da Igreja e disse logo: falta o Menino Jesus. Foi motivo para lhe explicar porquê. Outro dia, uma colaboradora empenhada na comunidade pediu para benzer o Presépio. Reparei que o Menino Jesus estava coberto com alguma palha que o tapava. A Senhora explicou um pouco preocupada que o Menino estava colado e não podia tirá-lo até ao Natal.

Espanta-me como pequenos gestos e comentários causam tanto efeito e actividades muito elaboradas não dão resultados.

É assim que todos vivemos o Advento com mais expectativa até ao Natal em que surge o Menino Nascido.

 

 



publicado por Padre às 12:54
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


posts recentes

Natal de quem?

NATAL DO SENHOR

Presépio sem Menino Jesus

arquivos

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

tags

todas as tags

as minhas fotos
Hit Counter
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds