Em Igreja. Na Comunidade.
Sábado, 28 de Fevereiro de 2009
O FERREIRO

Havia um ferreiro que, após uma vida de excessos, resolveu consagrar a sua vida a Deus.

Durante muitos anos trabalhou com afinco, praticou a caridade, mas, apesar de toda a sua dedicação nada parecia dar certo na sua vida.
Muito pelo contrário.
Os seus problemas e dívidas acumulavam-se cada vez mais.
Uma bela tarde, um amigo que o visitava, e que se compadecia da sua situação difícil, comentou:
- É realmente estranho que, justamente depois de você resolver tornar-se um homem temente a Deus, a sua vida começou a piorar.
Eu não desejo enfraquecer a sua fé, mas apesar de toda a sua crença no mundo espiritual, nada tem melhorado.
O ferreiro não respondeu imediatamente.
Ele já tinha pensado nisso muitas vezes, sem entender o que acontecia em sua vida. Entretanto, como não queria deixar o amigo sem resposta, encontrou uma explicação.
Eis que o ferreiro disse:
- Eu recebo nesta oficina o aço ainda não trabalhado e preciso transformá-lo em espadas. Você sabe como isto é feito?
- Primeiro eu aqueço a chapa de aço num calor absurdo, até que fique vermelha.
- Em seguida, sem qualquer piedade, eu pego no martelo mais pesado e aplico golpes até que a peça adquira a forma desejada.
- Logo, ela é mergulhada num balde de água fria e a oficina inteira enche-se com o barulho do vapor.
- Tenho que repetir esse processo até conseguir a espada perfeita;
- Uma vez apenas não é suficiente.
O ferreiro deu uma longa pausa, pensou e continuou.
- Às vezes, o aço que chega até às minhas mãos não consegue aguentar esse tratamento.
O calor, as marteladas e a água fria acabam por enchê-lo de rachaduras.
E eu sei que jamais se transformará numa boa lâmina de espada.
Então, eu simplesmente coloco-o num monte de ferro-velho que você viu na entrada de minha oficina.
Mais uma pausa e o ferreiro concluiu:
- Eu sei que Deus vai-me colocando no fogo das aflições.
Tenho aceitado as marteladas que a vida me dá, e às vezes sinto-me tão frio e insensível como a água que faz sofrer o aço.
Mas a única coisa que peço é:
 Meu Deus, não desista, até que consiga tomar a forma que o Senhor espera de mim.
Tente da maneira que achar melhor, pelo tempo que quiser, mas jamais me coloque no monte de ferro-velho das almas.
 
Deus quer fazer de você uma pessoa melhor...
Não se preocupe com as marteladas da vida, ou as provas de fogo a que é submetido.
 Ele está a trabalhar o seu caráter.
Ainda bem, que Ele nunca vai desistir de nós !
 


publicado por Padre às 00:21
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


posts recentes

Carta aberta a todos os S...

SANTO CURA D’ARS: UM MAGN...

10º DOMINGO DO TEMPO COMU...

5º DOMINGO DO TEMPO PASCA...

Nós, Jovens, acolhemos o ...

4º DOMINGO DA PÁSCOA

Parabéns Bento XVI

2º DOMINGO DA QUARESMA

Nas mãos do Pai...

1º DOMINGO DA QUARESMA

Quaresma

6º DOMINGO DO TEMPO COMUM

“Porquê ir à Igreja”

Dia Nacional da UCP

5º DOMINGO DO TEMPO COMUM

Conclusões da reflexão do...

4º DOMINGO DO TEMPO COMUM

3º DOMINGO DO TEMPO COMUM

2º DOMINGO DO TEMPO COMUM

Congresso Internacional s...

BAPTISMO DO SENHOR

Natal de quem?

SUSSURROS DE DEUS

Ano Sacerdotal

O Apóstolo PAULO

Teatro "Paulo de Tarso"

SOLENIDADE DA EPIFANIA DO...

FESTA DA SAGRADA FAMÍLIA ...

NATAL DO SENHOR

4º DOMINGO DO TEMPO DO AD...

Presépio sem Menino Jesus

Amor a Cristo e à Igreja

3º DOMINGO DO TEMPO DO AD...

3º Domingo do Advento

IMACULADA CONCEIÇÃO DA VI...

2º DOMINGO DO TEMPO DO AD...

De onde vêm os bebés?

1º DOMINGO DO TEMPO DO AD...

O riso do Papa João Paulo...

34º DOMINGO DO TEMPO COMU...

arquivos

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

tags

todas as tags

as minhas fotos
geoweather
Hit Counter
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds